Cinquentenário da USP (1984)

Autores: Viktoria Klara Lakatos Osorio

Editores Associados: Leila Cardoso Teruya

A Universidade de São Paulo foi criada em 25 de janeiro de 1934, no 380° aniversário da cidade de São Paulo, por decreto estadual assinado pelo interventor (governador nomeado) Armando de Salles Oliveira. Em 1984, comemorando o cinquentenário da USP, o Instituto de Química promoveu o Simpósio Rheinboldt-Hauptmann dedicado à memória dos mestres fundadores do curso de Química. O Simpósio, realizado nos dias 6 e 7 de novembro, durante o mandato do diretor José Manuel Riveros Nigra e do vice-diretor Walter Colli, foi organizado sob a coordenação do Prof. Paschoal Senise, com a participação ativa da Associação de Ex-Alunos de Química. Presidiu a sessão de abertura o vice-reitor, Prof. Antonio Guimarães Ferri, representando o reitor, e compareceram mais de duzentos convidados e ex-alunos de todas as gerações, destacando-se a presença da Sra. Hauptmann e da Família Rheinboldt.

No evento, discípulos de Heinrich Rheinboldt e Heinrich Hauptman proferiram palestras. A Profa. Blanka Wladislaw discorreu sobre a “Investigação no campo de compostos de enxofre”, o Prof. Nicola Petragnani sobre a “Síntese e reatividade de compostos orgânicos de telúrio” e o Prof. Ernesto Giesbrecht sobre a “Análise térmica e estudos sobre compostos de selênio”. Os expositores focalizaram os trabalhos científicos dos mestres e a evolução das linhas de pesquisa introduzidas por eles.

Os participantes puderam também apreciar uma mostra evocativa de imagens da Química na USP, organizada pela Associação dos Ex-Alunos de Química, contando com cerca de 300 fotografias e objetos históricos fornecidos por ex-alunos e colegas do Instituto. O Simpósio foi encerrado com um coquetel de confraternização, oferecido pela Associação de Ex-Alunos e pelo Conselho Regional de Química.

Em 15 de março de 1985, teve lugar no Instituto de Química a cerimônia de recepção do trabalho de arte cerâmica, de autoria de Lisete e Armando Furtado, concluída em 25 de janeiro, com o patrocínio da Sociedade Brasileira de Química e a Associação de Ex-Alunos. Essa obra foi concebida em homenagem ao Cinquentenário da Universidade e dedicada ao Instituto de Química da USP. Ela se encontra atualmente (2015) no prédio da Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas.

O programa de comemoração do cinquentenário da Universidade de São Paulo no Instituto de Química previa a publicação de um livro, o Livro de Ouro do Instituto de Química, relatando as origens do Instituto, bem como as atividades desenvolvidas no campo do ensino e da pesquisa científica. Para tal, foi constituída uma comissão formada pelos Profs. Liliana Marzorati, Henrique Eisi Toma e Walter Colli, que enviaram ofício ao corpo docente, em 18 de setembro, solicitando informações sobre a origem do grupo de pesquisa respectivo, as principais linhas de investigação, a repercussão dos resultados dos trabalhos e o número de doutores e mestres formados. O Prof. Henrique Toma fotografou instalações e grupos de pesquisa, ensino e serviços do Instituto, nos meses de outubro e novembro de 1984, compilando um extenso e rico acervo de imagens. Várias delas podem ser apreciadas ilustrando textos e galerias de mídia deste Portal.

Não foi possível, porém, publicar o livro em 1984, conforme pretendido. Em março de 1986, na primeira gestão do Prof. Walter Colli como diretor do Instituto, a obra foi retomada e atualizada pelos organizadores. Teve então como objetivos principais divulgar os temas de Química e Bioquímica investigados na instituição e facilitar contatos e interações, sem perder de vista os aspectos históricos das origens dos diversos grupos de pesquisa e ensino. O prefácio tem a data de dezembro de 1986 e o livro foi publicado no ano seguinte, com o título:

TOMA, H.E.; VIERTLER, H.; MARZORATI, L.; COLLI, W., orgs. O Instituto de Química da Universidade de São Paulo: ensino, pesquisa e desenvolvimento, 1970-1986. São Paulo: Instituto de Química, 1987. 213p.

Em 1987, aos 19 de agosto, o Prof. Paschoal Senise completava 70 anos, aposentando-se por limite de idade e o livro foi dedicado a ele. O original encontra-se na Biblioteca do Conjunto das Químicas e contém 34 fotografias a cores, no tamanho 6x4 cm, coladas nas páginas. As cópias foram feitas em branco e preto e distribuídas para todos os docentes. Atualmente poucos exemplares se encontram disponíveis. O Centro de Memória do Instituto de Química preserva o que pertenceu ao Prof. Senise e que guarda marcas de ter sido muito consultado.

PORTAL LABIQ

06/11/1984. Mesa diretora da sessão de abertura do Simpósio Rheinboldt-Hauptmann no anfiteatro do Bloco 06 superior do Instituto de Química: uma homenagem ao cinquentenário da USP. 

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

06/11/1984. Plateia do Simpósio Rheinboldt-Hauptmann, vista por outro ângulo. 

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

06/11/1984. Plateia do Simpósio Rheinboldt-Hauptmann, vista por outro ângulo.

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

06/11/1984. Apresentação de Blanka Wladislaw, durante o Simpósio Rheinboldt-Hauptmann no Instituto de Química.

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

06/11/1984. Apresentação de Ernesto Giesbrecht, durante o Simpósio Rheinboldt-Hauptmann no Instituto de Química. 

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

1984. Exposição de fotografias durante o Simpósio Rheinboldt-Hauptmann no Instituto de Química. No centro, a partir da esquerda, Paschoal Senise, Ruth Leme de Oliveira, Lilia Rosária Sant'Agostino e Oswaldo Godinho, mais atrás, Klauss Zinner e à frente, inclinado das pesquisas Henrique Tastaldi. 

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

15/03/1985. Homenagem ao cinquentenário da USP no Instituto de Química. A partir da esquerda, Paschoal Senise, Lisete Maria Furtado, Walter Colli, Hans Viertler e Armando Furtado. Na ocasião a ex-aluna Lisete e seu esposo Armando doaram ao Instituto a obra em cerâmica que aparece à direita.

(Créditos: Henrique Eisi Toma)

Auto-play - ligado