Centro de Memória

A Instituição

Jubileu de Ouro

Acervo

Galeria de Mídias

Saiba mais

Alameda Glette

Fotos que mostram os primórdios do curso de química da USP em prédio situado na Alameda Glette.

PORTAL LABIQ

O palacete na Alameda Glette, por volta de 1926, quando servia de residência para a família de Jorge Street.

(Acervo da Família Street, imagem digitalizada por Carlos Ribeiro Vilela)

O Palacete, em 1938, alojando a Administração e os setores de Humanas da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP.

(Imagem reproduzida do encarte do Anuário da FFCL-USP 1937-1938, 1938)

Placa indicativa do endereço na Alameda Glette, resgatada pelo químico Sergio Massaro, quando o prédio foi demolido nos anos 1970.

(Imagem cedida por Henrique Eisi Toma)

Planta da primeira sede própria da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Na parte inferior, à direita, o projeto do prédio da Química.

(Imagem reproduzida do encarte do Anuário da FFCL-USP 1937-1938, 1938)

Planta do projeto de 1938 do prédio da Química na Alameda Glette, 463.

(Imagem reproduzida do encarte do Anuário da FFCL-USP 1937-1938, 1938)

1938. Prédio da Química na Alameda Glette, 463, em fase final de construção.

(Imagem reproduzida do encarte do Anuário da FFCL-USP 1937-1938, 1938)

1938. Prédios anexos do Palacete, no local onde ficava a piscina coberta da residência. À direita, aparece parte do prédio da Química.

(Imagem reproduzida do encarte do Anuário da FFCL-USP 1937-1938, 1938) 

1943. Professor Heinrich Rheinboldt e alunos do curso de Química no pátio onde havia uma quadra de tênis na época residencial do Palacete.

(Imagem cedida por Henrique Eisi Toma)

Biblioteca de Química, instalada de 1938 a 1944 no 3º pavimento do prédio da Química.

(Imagem de 1939 registrada em negativo de vidro. Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Laboratório de pesquisa no 3º pavimento.

(Imagem de 1939 registrada em negativo de vidro, Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Laboratório de pesquisa de Química Orgânica no 3º pavimento.

(Imagem de 1939 registrada em negativo de vidro. Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Laboratório de Química Analítica dos alunos do 1º ano, no 1º pavimento.

(Imagem de 1939 registrada em negativo de vidro. Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Laboratório de Química Analítica dos alunos do 2º ano, no 2º pavimento.

(Imagem de 1939 registrada em negativo de vidro, Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Laboratório de Química Analítica dos alunos do 3º ano, no 2º pavimento.

(Imagem de 1939 registrada em negativo de vidro, Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Laboratório didático de Química Analítica Qualitativa, no 1º pavimento.

(Imagem dos anos 1940 cedida por Renato Giovanni Cecchini)

Laboratório didático de Química Analítica Quantitativa, no 2º pavimento, com equipamento para coleta de produto gasoso e, atrás, secagem de buretas com ar aspirado por trompas d’água.

(Imagem dos anos 1940 cedida por Renato Giovanni Cecchini)

Laboratório didático de Química Analítica Quantitativa.

(Imagem dos anos 1940 cedida por Renato Giovanni Cecchini)

Experimento de calcinação conduzido pelo aluno Luiz Roberto de Moraes Pitombo.

(Imagem dos anos 1940 cedida por Renato Giovanni Cecchini)

Experimento de Química Orgânica Preparativa, conduzido pelo aluno Jandyr Guilherme João Falzoni.

(Imagem dos anos 1940 cedida por Adelaide Bertha Walkyria Hunold Lara)

Anos 1940. Os alunos Renato Giovanni Cecchini (em pé) e Luiz Roberto de Moares Pitombo, em frente aos degraus de acesso ao Palacete. Ao fundo, as janelas do laboratório didático de Química Orgânica Preparativa, na ala anexa construída em 1944-45.

(Imagem cedida por Renato Giovanni Cecchini)

 

Experimento de Química Orgânica Preparativa, conduzido pelo aluno Renato Giovanni Cecchini, sob a supervisão do instrutor Marcello de Moura Campos, nos anos 1940.

(Imagem cedida por Renato Giovanni Cechini)

Laboratório de pesquisa de Química Orgânica no 3º pavimento do prédio da Química, nos anos 1950.

(Imagem cedida por Nicola Petragnani)

Laboratório de pesquisa de Química Inorgânica e Analítica no 3º pavimento do prédio da Química, nos anos 1950.

(Imagem cedida por Geraldo Vicentini)

Laboratório de pesquisa de Físico-Química na ala nova do 2º pavimento do prédio da Química, nos anos 1950.

(Imagem cedida por Renato Giovanni Cecchini)

Biblioteca instalada no 3º pavimento da ala nova do prédio da Química, nos anos 1950.

(Imagem cedida por Blanka Wladislaw)

Anfiteatro do prédio da Química, em evento oficial da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP, com a presença de Jânio Quadros (no canto inferior esquerdo), governador do Estado de 1955 a 1958.

(Arquivo Paschoal Senise. Centro de Memória do IQ-USP)

Alunos do curso de Geologia, no pátio da escola nos anos 1960, tendo ao fundo o prédio da Química.

(Imagem cedida por Nelson Custódio da Silveira Filho)

Portaria e portão de entrada da escola, na esquina da Alameda Glette com a rua dos Guaianazes, nos anos 1960.

(Imagem cedida pelo Grupo Figueira da Glete)

Palacete, fotografado a partir da Rua dos Guaianazes, vendo-se no canto superior esquerdo, parte da ramagem de uma figueira e abaixo dela, a janela da cantina.

(Imagem do acervo do CAPH, USP)

O estacionamento que se instalou no local, depois da demolição dos prédios ocorrida nos anos 1970.

(Créditos: Carlos Ribeiro Vilela)

A figueira no estacionamento.

(Imagem cedida por Neuza Guerreiro de Carvalho)

2009. A figueira centenária e trechos remanescentes do muro da antiga residência de Jorge Street.

(Imagem cedida por Nelson Custódio da Silveira Filho)

2010. Detalhes da figueira centenária.

(Imagem cedida por Neuza Guerreiro de Carvalho)

2010. Avaliação técnica das condições vitais da figueira para fins de tombamento.

(Imagem cedida por Neuza Guerreiro de Carvalho)

2010. Neuza Guerreiro de Carvalho, responsável pela iniciativa que levou à abertura, pelo CONPRESP, do processo de tombamento municipal da Figueira da Glette.

(Imagem cedida por Neuza Guerreiro de Carvalho)

2010. Placa de identificação da figueira e do seu significado para a memória da USP.

(Imagem cedida por Neuza Guerreiro de Carvalho)

Auto-play - ligado

Fale Conosco




Todos os campos são obrigatórios.


Enviando...

Fechar formulário